CadÚnico: Como fazer a inscrição e consultar cadastro que é fundamental para receber benefícios

Saiba aqui como se inscrever no CadÚnico, confira os documentos solicitados e mais informações sobre!

Por Shirlayne Thayse em 15/08/2022

publicidade

Apesar de muita gente ainda não saber, o CadÚnico é o principal registro que o governo federal possui para identificar as famílias de baixa renda existentes no país. Através dele, o governo consegue direcionar programas e benefícios para essas famílias que precisam de algum tipo de ajuda. Aquelas que estão cadastradas contam com o auxílio do governo em várias áreas. 

Se você ainda não está cadastrado e é considerado de baixa renda, saiba que esse procedimento é de suma importância para ter direito à uma série de benefícios e programas do governo.

CadÚnico
CadÚnico: Como fazer a inscrição e consultar cadastro que é fundamental para receber benefícios (Imagem: Divulgação)
publicidade

Todo o processo de inscrição no CadÚnico é bastante simples, sendo necessário informar alguns dados e documentos. 

Após o cadastramento, o cidadão ainda consegue consultar seus dados. Tudo isso em apenas poucos minutos. Quer saber como? Então siga nos acompanhando! 

Quem pode se inscrever no CadÚnico?

Para se inscrever no Cadastro Único é necessário:

  • Comprovar renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 606,00); ou
  • comprovar renda mensal familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.636,00); ou
  • conseguir comprovar no ato do cadastro possuir renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

Como se inscrever no CadÚnico?

Muitas pessoas não saber, mas a inscrição no CadÚnico é feito exclusivamente de forma presencial. O cidadão que se encaixa nos requisitos estabelecidos precisa procurar onde é feito o cadastro, que geralmente é realizado no CRAS – Centro de Referência em Assistência Social. 

Chegando no CRAS, basta apenas solicitar o cadastramento e fornecer todos os dados e documentos solicitados pelo atendente. 

Documentação necessária: 

Será necessário apresentar pelo menos um documento de todas as pessoas da família:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade – RG;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) – somente se a pessoa for indígena.

É válido salientar que o cidadão terá que responder à uma série de perguntas feitas pelo atendente. Sendo assim, esteja atento (a)! 

Consulta Cadastro Único

Após o cadastramento, você poderá ficar realizando consulta no seu CadÚnico para conferir se os dados estão atualizados. 

Essa consulta pode ser feita pelo site do Ministério do Desenvolvimento Social em “Consulta Cidadão Cadastro Único”. Preencha o formulário com todos os dados solicitados e acesse.

Além da forma online, também é possível consultar através do app “Meu CadÚnico” ou ligando para o número 0800 707 2003

Programas que exigem o Cadastro Único

O CandÚnico fornece todas as informações que o governo precisa sobre o cidadão de baixa renda, como por exemplo, escolaridade, situação de trabalho e renda, e entre outras. Com isso, ele utiliza os dados para seleção e inclusão das famílias em programas sociais. 

A seguir, confira os principais programas que exigem cadastrado no CadÚnico:

  • Auxílio Brasil;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Programa Minha Casa Minha Vida;
  • Auxílio Gás;
  • Entre outros. 

De acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Cidadania, até abril de 2022 mais de 85 milhões de pessoas estavam estavam cadastradas no Cadúnico.