Moda feminina não precisa só ser delicada; vejas tendências arrojadas!

Quando se fala em moda feminina o principal pensamento que vem a mente são peças delicadas, de renda, seda ou algo que remeta fragilidade. Esse pensamento é algo ultrapassado e machista que colocavam as mulheres em uma posição de algo delicado e que tinham que se vestir apenas de maneira extremamente “feminina”.

Com o passar dos anos as mulheres passaram a ter uma maior autonomia sobre a moda feminina e a desmitificar algumas coisas, como roupas, cabelo e maquiagens.

As roupas passaram a deixar de lado as rendas e os tecidos delicados para roupas mais grossas e versáteis. Os vestidos passaram a terem novos modelos e cortes sem seguir o mesmo modelo rodado e delicado que tinham. Blazer, moletom, calças jeans e outras peças passaram a fazer parte do armário tanto de homens quanto de mulheres e serem os protagonistas de looks extremamente estilosos.

As tendências da moda são divulgadas todos os anos e a cada ano fica nítido como a moda muda extremamente fazendo com que o que antes era algo super em alta hoje seja algo completamente cafona. E moda é muito mais do que uma roupa que as pessoas vestem, a moda é uma linguagem, uma forma de se expressar então significa muito para muita gente.

A pele passou a ser algo também bastante discutido com o passar dos anos, antes o considerado bonito era aquela pele perfeita, sem nenhuma imperfeição, traços de expressão, tatuagens ou manchas.

Hoje o que mais se preza é sobre o cuidado com a pele, aceitar as imperfeições e cuidar delas. E as tatuagens que antes eram tão criticadas nas mulheres passaram a serem algo extremamente valorizado e as tatuagens femininas que estão bombando em 2022 são um grande reflexo disso.

Os cabelos também fazem parte da moda feminina e da tendência do momento. Antes o considerado bonito e aceitável como feminino eram cabelos comportados, lisos e compridos.

Isso era algo tão forte que levou milhares de mulheres a se submeterem a procedimentos para alisarem o cabelo para se enquadrarem no padrão dito como o certo.

Os cabelos que antes eram oprimidos hoje começaram a ganhar força. Cabelos cacheados e crespos passaram a serem reconhecidos e valorizados pelo mercado e passaram a representar uma tendência.

Cabelos volumosos passaram a ter produtos específicos para eles e aparecerem em capas de revistas como modelo a ser seguido e apreciado, passaram a abrir as portas para muitas mulheres começarem a se aceitarem e entenderem que podem ser o que quiserem ser e não apenas uma imagem delicada que segue padrões para serem consideradas bonitas.

Leave a Comment