Real Digital – saiba tudo sobre a moeda digital brasileira

Entenda de uma vez por todas como funcionará o Real Digital

publicidade

Moedas digitais como o projeto do Real digital marcam uma nova era tecnológica. Ela trás um grande avanço na área da internet das coisas e nas comunicações cotidianas. Saiba mais!

Está surpreso? É para ficar mesmo. O Banco Central (BC) confirmou no dia 24 de maio que já está trabalhando no desenvolvimento de uma moeda digital 100% brasileira, o Real Digital. Esse projeto é sem dúvidas uma inovação para o mercado financeiro e causa curiosidade sobre seu impacto econômico no Brasil.

publicidade

“Então agora o Brasil vai ter Bitcoins?” Não, não é bem assim que as moedas digitais funcionam. Contudo, o que sabemos é que a proposta vem para marcar um grande avanço na dinâmica de compra atual. Venha conhecer mais sobre essa moeda!

Real Digital? O que é isso? 

Bom, imagino que você já conheça as cédulas, não é ? Isso mesmo, esses papéis coloridos que nós costumamos guardar com o maior cuidado para futuramente trocar por alguma coisa. 

Então vou te dizer que na verdade o Real digital é a mesma coisa que uma cédula, porém o meio de existência dele é outro. 

Você poderá guardar, gastar e investir assim como faz com o papel, entretanto tudo isso será feito apenas no meio digital. 

publicidade

No ano passado (2020) o BC criou um grupo de pesquisa para estudar as moedas digitais emitidas pelo banco central(CBDC). O objetivo dessa pesquisa era entender e analisar os impactos positivos e as vantagens que um Real Digital poderia trazer ao mercado. 

Em síntese, o Real Digital é a versão digital das cédulas e moedas, ele serve para as mesmas finalidades como: economizar, investir, realizar compras e as demais transações.

Outra coisa, o Brasil não está sozinho nessa, outros países como China, Estados Unidos, Coreia do Sul e Suécia estão estudando sobre essa possibilidade.

publicidade

Quer dizer que o Brasil tem bitcoin?

Não! Nosso país não está estudando a criação de uma criptomoeda. Por mais que tudo esteja integrado no meio digital, existem diferenças pontuais entre moedas digitais e bitcoin.

A principal diferença está na administração. Enquanto a moeda digital é distribuída de maneira centralizada, ou seja, está sob o domínio do estado emissor. 

As criptomoedas não tem dono específico, ele é determinado pelos próprios usuários, ou seja, descentralizada.

Outra diferença é que criptomoedas são ativos financeiros e a moeda digital faz apenas algumas transações.

Custo baixo e inovação alta

Vou te contar uma coisa que parece mentira. Hoje em nosso país, produzir dinheiro é mais caro do que o valor próprio dele. 

Por exemplo: uma moeda de 5 centavos custa 30 centavos para ser produzida, parece não fazer diferença, não é ? Vou te dar um resultado mais palpável a seguir.

Se quisermos produzir R$100,00 em moedas de 5 centavos, a casa da moeda irá gastar R$600,00. Entendeu agora?

E um dos objetivos da moeda digital é diminuir consideravelmente esse custo, além de facilitar os pagamentos do dia a dia.

Isso quer dizer que a cédula não vai existir mais?

Calma, não é bem assim. Na verdade, o Real Digital não tem o objetivo inicial de substituir o papel. Ao invés disso, ela atuará como uma opção a mais na hora de realizar pagamentos.

Mais algumas novidades são a realização de transferências de propriedades e de dívidas de forma simultânea.

Ou então, na hora de passar no caixa do supermercado você não precisará mais enfrentar a fila e realizar o pagamento automaticamente.

Como vai funcionar na prática o Real Digital?

De acordo com as informações que o BC forneceu, vamos listar as aplicações previstas para nossa moeda digital nacional.

  • Foco em tecnologia avançada para aumentar os modelos de negócio inovadores.
  • Uso em massa no comércio de varejo, significa que todos nós usaremos constantemente.
  • O Real Digital será aplicado nos sistemas de pagamentos online atuais e em um nova modalidade offline.
  • Distribuição imediata, ou seja, assim que lançado será distribuído através dos sistemas de pagamento para todos

O que vai realmente mudar?

Uma das propostas principais é aumentar a possibilidade de implementação da internet das coisas (IoT) na grande maioria de dispositivos do Brasil. 

Em síntese, a IoT é um projeto de integração da comunicação inteligente entre seus aparelhos eletrônicos. 

Vamos para um exemplo? Sua TV pode identificar que a assinatura dos canais está acabando e assinar novamente utilizando o Real Digital.

Essas são as novidades sobre o Real Digital e os avanços que ele irá causar! Saiba como investir no Tesouro Direto!

Avalie este artigo
Avaliação média: 0
Total de Votos: 0
Real Digital – saiba tudo sobre a moeda digital brasileira