PIS/PASEP 2024: como consultar e fazer o saque

Se você já está de olho no PIS/PASEP 2024, é importante se atentar a todos os detalhes por trás do benefício, como consulta e saque. Por isso, preparamos um artigo completo para te ensinar a como pesquisar seu PIS/PASEP 2024 de forma fácil e simplicada; acompanhe!

PIS/PASEP 2024
Fonte: Getty Images

O que é o PIS/PASEP?

Em primeiro lugar, o PIS/PASEP são programas de contribuição social do Brasil, criados em 1970, com o objetivo de financiar benefícios a empregados e outros programas de seguridade social no país.

O PIS (Programa de Integração Social), é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada, com carteira assinada. Enquanto isso, o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), é destinado aos servidores públicos civis e militares.

Em outras palavras, o PIS é destinado para funcionários do setor privado, enquanto que o PASEP é para funcionários públicos. Mas, na prática, eles possuem a mesma função social.

Atualmente, as contribuições para o PIS/PASEP 2024 são feitas pelas empresas e pelo governo federal, e são descontadas diretamente da folha de pagamento dos trabalhadores.

Como funciona o programa na prática?

A princípio, o PIS/PASEP 2024 é dividido da seguinte forma:

  • Abono salarial: é um benefício pago aos trabalhadores que cumprirem os requisitos estabelecidos pela legislação. O valor do abono salarial é de um salário mínimo por ano de trabalho, acrescido de 1/12 do salário mínimo por cada mês que o trabalhador tiver trabalhado com carteira assinada;
  • Fundo de Participação PIS-PASEP: é um fundo que destina recursos para o financiamento de programas sociais, como o seguro-desemprego, o abono salarial, o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF).

Quem tem direito ao PIS/PASEP 2024?

Para ter direito ao PIS/PASEP em 2024, a pessoa precisa ter trabalhado por pelo menos 30 dias em 2022, com uma remuneração média mensal de até 2 salários mínimos.

Além disso, a empresa deve ter informado corretamente os dados do colaborador no portal do eSocial até 5 de dezembro de 2023 e na RAIS até 10 de maio de 2023.

No mais, é preciso que o trabalhador esteja inscrito no PIS ou no PASEP há no mínimo 5 anos.

Formas de consultar o PIS/PASEP

Atualmente, é possível consultar o PIS/PASEP de diversas formas, por exemplo:

  • Pelo site do CNIS;
  • Através do aplicativo Meu INSS;
  • Por telefone no INSS;
  • Pelo telefone da Caixa;
  • Através do app CAIXA Trabalhador;
  • Na Carteira de Trabalho Digital.
PIS/PASEP 2024
Fonte: Reprodução

Vale lembrar que todas essas maneiras exigem o número do CPF para consulta do benefício. A seguir, confira um exemplo de como fazer a consulta do seu PIS/PASEP 2024 pela Carteira de Trabalho Digital:

  1. Primeiramente, baixe o app da Carteira de Trabalho Digital e faça o login com sua conta Gov.br;
  2. No menu que fica na parte inferior da tela, clique na opção “Benefícios”;
  3. Agora, na seção “Abono Salarial” clique em “Consultar”;
  4. Então, escolha o ano-base e selecione no ícone do olho;
  5. Assim, será exibido seu número NIS, que é o mesmo número do PIS;
  6. Por fim, será exibido se você tem direito ao benefício, o valor e data inicial para saque.

Esse mesmo passo a passo serve tanto para consulta do PIS quanto do PASEP!

Como sacar o PIS/PASEP 2024?

Caso deseje sacar o PIS/PASEP 2024, você pode ir com o seu Cartão do Cidadão e uma senha registrada, até os terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica.

No entanto, caso não disponha do cartão, é possível receber o valor em qualquer agência do banco (Caixa), desde que apresente um documento de identificação válido.

PIS/PASEP 2024
Fonte: Shutterstock

Além disso, também é possível receber o benefício através do Caixa Tem, app da Caixa Econômica Federal onde você movimenta os benefícios, e pode até transferir o valor para outra conta, caso deseje.

Enquanto isso, o PASEP (que é pago a funcionários públicos) pode ser sacado em uma agência do Banco do Brasil, apresentando documento de identificação e CPF.

Por fim, é possível fazer uma Transferência Eletrônica Disponível (TED) para uma conta de outro banco, seja por meio de caixa eletrônico ou pelo site.