Conheça o Farmácia popular: a chance de conseguir remédios grátis

O médico passou alguns remédios, mas você está sem dinheiro para comprar? Pois com o Farmácia Popular, programa do governo, você pode conseguir medicações de graça e sem burocracia!

Além de remédios, dá para conseguir fraldas geriátricas, remédios para diabetes, asma e até pressão alta. Mas para conseguir, tem que saber como se cadastrar. Quer descobrir?

Ficou interessado no programa? Então, confira este artigo com tudo o que você precisa saber sobre o programa Farmácia Popular!

O que é o programa Farmácia Popular?

Em primeiro lugar, o Farmácia Popular (PFPB) é um programa de assistência social que usa o subsídio do Ministério da Saúde para facilitar a aquisição de medicamentos essenciais para quem mais precisa.

farmácia popular
Fonte: Reprodução (Drogal)

“O Programa Farmácia Popular do Brasil (PFPB) disponibiliza medicamentos gratuitos para o tratamento de diabetes, asma e hipertensão e, de forma subsidiada para dislipidemia, rinite, doença de Parkinson, osteoporose, glaucoma, anticoncepção e fraldas geriátricas. Nesses casos, o Ministério da Saúde paga parte do valor dos medicamentos (até 90% do valor de referência tabelado) e o cidadão paga o restante, de acordo com o valor praticado pela farmácia”.

Fonte: gov.br

Contudo, é importante ressaltar que essa iniciativa é feita através de parcerias entre o Ministério da Saúde e várias redes de farmácias privadas, espalhadas pelo Brasil, que repassam os medicamentos aos inscritos no programa.

Para tanto, essas farmácias são obrigadas a exigir a documentação necessária ao paciente e cadastrar os produtos adquiridos no sistema do Governo.

Para quê serve o programa, afinal?

De mesmo modo, o programa foi criado através do Decreto 5090/04, e tem como objetivo promover a universalização do acesso da população a medicamentos considerados necessários para seu bem-estar.

“O Programa Farmácia Popular do Brasil tem como um dos seus principais objetivos a ampliação do acesso da população aos medicamentos básicos e essenciais, diminuindo, assim, o impacto do preço dos remédios no orçamento familiar. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de instituições brasileiras indicam que as famílias de menor renda destinam dois terços dos gastos com saúde para a compra de remédios”.

Fonte: gov.br

Em outras palavras, o Farmácia Popular faz a distribuição dos remédios mais usados para a Atenção Primária à Saúde (APS), ajudando na prevenção e controle de doenças crônicas.

Assim, tanto as pessoas que usam o Sistema Único de Saúde (SUS) quanto as clínicas particulares, podem se beneficiar do PFPB.

Entretanto, o foco da iniciativa são as pessoas que enfrentam grande vulnerabilidade social e econômica, por conta do preço dos remédios de uso contínuo.

Isso porque, muitas vezes, essa parcela da população não consegue arcar com o custo, e acabam interrompendo um tratamento de doenças como asma e hipertensão.

Como funciona o Farmácia Popular?

Atualmente, o programa funciona através do “Aqui tem Farmácia Popular”, que envolve parcerias com farmácias e drogarias espalhadas pelo país.

Nesse sentido, é provável que você já tenha visto esse slogan em alguns estabelecimentos na sua cidade, informando que fazem parte da iniciativa.

farmácia popular
Fonte: Reprodução (Metrópoles)

Em outras palavras, esses locais podem vender os remédios oferecidos pelo programa com desconto considerável, que pode chegar a 90%, ou ainda fornecer os medicamentos de graça, contanto que façam parte do programa.

Seja como for, o Ministério da Saúde cobre o valor do desconto ou o custo total do produto, usando verba específica para o Farmácia Popular.

Remédios com desconto no Farmácia Popular

A princípio, os remédios oferecidos pelo Farmácia Popular são definidos pelo Ministério da Saúde. Logo, a lista é sempre atualizada conforme as diretrizes do programa.

Confira a seguir uma lista com medicamentos usados para combater hipertensão, diabetes e até anticoncepcionais:

  • Captopril 25mg;
  • Maleato de enalapril 10mg;
  • Cloridrato de propranolol 40mg;
  • Atenolol 25mg;
  • Hidroclorotiazida 25mg;
  • Glibenclamida 5mg;
  • Cloridrato de metformina 500mg;
  • Cloridrato de metformina 850mg;
  • Insulina Humana NPH 100UI/mL;
  • Enantato de noretisterona 50mg; valerato de estradiol 5mg;
  • Noretisterona 0,35mg;
  • Etinilestradiol 0,03mg; levonorgestrel 0,15mg;
  • Acetato de medroxiprogesterona 150mg/mL.

Remédios de graça no Farmácia Popular

Já os remédios de graça, são os seguintes:

  • Captopril 25 mg, comprimido;
  • Maleato de enalapril 10 mg, comprimido;
  • Cloridrato de propranolol 40 mg, comprimido;
  • Atenolol 25 mg, comprimido;
  • Hidroclorotiazida 25 mg, comprimido;
  • Losartana potássica 50 mg;
  • Glibenclamida 5 mg, comprimido;
  • Cloridrato de metformina 500 mg, comprimido;
  • Cloridrato de metformina 500 mg ação prolongada;
  • Cloridrato de metformina 850 mg, comprimido;
  • Insulina humana nph 100 ui/ml suspensão injetável, frasco-ampola 10 ml;
  • Insulina humana nph 100 ui/ml suspensão injetável, frasco-ampola 5 ml;
  • Insulina humana nph 100 ui/ml suspensão injetável, refil 3 ml (carpule);
  • Insulina humana nph 100 ui/ml suspensão injetável, refil 1,5 ml (carpule);
  • Insulina humana regular 100 ui/ml, solução injetável, frasco-ampola 10 ml;
  • Insulina humana regular 100 ui/ml, solução injetável, frasco-ampola 5 ml;
  • Insulina humana regular 100 ui/ml, solução injetável, refil 3 ml (carpule)
  • Insulina humana regular 100 ui/ml, solução injetável, refil 1,5 ml (carpule).

Vale lembrar que essa lista pode sofrer alterações, então é preciso confirmar a disponibilidade do medicamento na farmácia.

Como se cadastrar no Farmácia Popular?

Como você pode ver, o Farmácia Popular é um programa muito importante, especialmente para quem não tem dinheiro para manter o tratamento de algumas doenças crônicas.

Porém, é importante saber como se cadastrar corretamente no programa. Sendo assim, que tal conferir um passo a passo que elaboramos com as instruções de cadastro.